quinta-feira, 1 de setembro de 2016

POIROT: BIGODES & BENGALA - 100 PROVÉRBIOS de POIROT em seus 100 ANOS



100  ANOS  DE  HERCULE  POIROT:


100  PÍLULAS   DE  SABEDORIA  DO  DETETIVE  BELGA



David Suchet como Hercule Poirot




Em comemoração aos 100 anos de criação de Hercule Poirot agora em setembro de 2016, reuni uma coletânea de 100 de seus provérbios, os quais revelam nuances sua personalidade ímpar – mas que todos nós adoramos!



100 VIVAS  A  HERCULE  POIROT!!




Preciosos Conselhos:



1- Realizarei todos os meus sonhos. Meu amigo, cuidado com o dia no qual todos os seus sonhos se realizam.
(Tragédia em três atos)

2- Quando garotas muito novas se aproximam de ti, para falarem-lhe ternamente, muito  ternamente...  é o fim!
(Cai o Pano)

3- A gente só sente falta do que realmente falta, mon ami.
(O Misterioso Caso em Styles)

4- Sangue conta, lembre-se disso, sangue conta.
(O Misterioso Caso em Styles)

5- Lembre-se, Hastings, que a estupidez, ou mesmo a idiotice, pode andar de mãos dadas com a astúcia.
(Poirot Perde uma Cliente)

6- Só porque alguém reclama de um mercador por ele ter vendido um camafeu falso não se pode desacreditar de toda a egiptologia.
(Poirot Perde uma Cliente)

7- Um louco, mon ami, deve ser levado a sério. Um tipo assim é realmente perigoso.
(Os Crimes ABC)

8- Se a gente tem de dizer uma mentira, deve ser bem elaborada, romântica, convincente!
(Poirot Perde uma Cliente)

9- Isto mostra, Madame, os perigos da conversa.
(Depois do Funeral)

10- Nossa preocupação é para com os vivos. É com eles que temos de lidar.
(Poirot Perde uma Cliente)




Sobre as Mulheres:



Zoe Wannamaker como Mrs. Oliver e David Suchet como Poirot


11- O que uma mulher quer, até Deus também quer.
(A Casa do Penhasco)
                                                                                                                
12- Já encontrei cinco casos de esposas assassinadas por maridos devotados e vinte e dois de maridos assassinados por esposas devotadas. Les femmes, ao que parece, são mais capazes de manter as aparências.
(Tragédia em três atos)

13- Uma mulher pode ter medo do marido, ou pelo marido, mas jamais ambos.
(Poirot Perde uma Cliente)

14- Você quer dizer que não acredita que uma mulher bonita possa ser assassina? Por causa desse preconceito, às vezes passam-se momentos difíceis diante de um júri.
(A Casa do Penhasco)

15- Entendo um pouco a mentalidade das senhoras idosas. Querem novidades, e para isso vão ao fundo das pessoas.
(Poirot Perde uma Cliente)

16- É estranho como certas mulheres gostam de viver sem o menor conforto. E não é por falta de dinheiro, pois geralmente conseguem tirar partido das piores circunstâncias.
(Poirot Perde uma Cliente)

17- As mulheres não sabem esperar, Hastings. Lembre-se sempre disso.
(Assassinato no Campo de Golfe)

18- Para mim, hoje em dia, qualquer jovem é bonita. Mocidade... Mocidade... É a tragédia de meus dias.
(A Casa do Penhasco)

19- Se uma mulher acha que uma cor não lhe vai bem, ela simplesmente recusa-se a usá-la.
(A Casa do Penhasco)

20- As moças de hoje em dia não têm vergonha de suas roupas de baixo. A combinação, a calcinha não são mais segredo vergonhoso. Todos os dias na praia, você vê muito mais que isso a poucos metros de você.
(A Casa do Penhasco)




Detetives & Investigações:



Peter Ustinov como Poirot

21- Meu amigo, a explicação mais prosaica é, quase sempre, a mais provável.
(A Casa do Penhasco)

22- Na França como na Inglaterra, as criadas esquecem-se de varrer debaixo dos tapetes! (...) Moral da história: procure sempre debaixo dos tapetes!
(Assassinato no Campo de Golfe)    

23- Tenho profunda crença em que se pode induzir uma pessoa a falar por muito tempo, sobre qualquer assunto que seja, que mais cedo ou mais tarde elas acabarão revelando as coisas.
(Depois do Funeral)

24- Tome cuidado com os detetives que dizem: "Isso é tão pequeno! Não importa, não faz diferença, vou ignorar isso." Esse caminho leva à confusão! Todos os detalhes importam!
(O Misterioso Caso em Styles)

25- É bem verdade o que dizem: que o homem foi obrigado a inventar o trabalho para fugir ao esforço de ter que pensar.
(Morte no Nilo)

26- [Poirot fazendo um castelo de cartas] Este trabalho requer precisão dos dedos. Com a precisão dos dedos segue a precisão do cérebro.
(O Misterioso Caso em Styles)

27- Naturalmente que existem desvios. Para separar o caminho principal dos laterais, é preciso, antes de tudo, ordenar o pensamento.
(Poirot Perde uma Cliente)

28- O grande detetive, mon ami, escolhe como sempre o caminho mais simples.
(A aventura do Estrela do Ocidente)

29- Caçar um criminoso depois de cometido o crime é fácil, pelo menos para mim. O criminoso deixa sempre alguma pista. Encontrar um criminoso antes que o crime seja cometido é uma dificuldade quase insuperável.
(A Casa do Penhasco)

30- Ordem e método é o primeiro estágio para arrumar os fatos com precisão e clareza. O segundo estágio é o da psicologia. Trabalho da massa cinzenta.
(A Casa do Penhasco)

31- O verdadeiro trabalho é feito aqui dentro. As celulazinhas cinzentas... lembre-se sempre das celulazinhas cinzentas, mon ami.
(Assassinato no Campo de Golfe)

32- Um fato leva a outro, e assim nós continuamos. Mais um pequeno fato, mais uma curiosidade. Oh, aqui está algo que estava despercebido - mais um elo na corrente! Nós examinamos, procuramos, e um pequeno fato nos leva a um detalhe que faz um conjunto todo ganhar significado! - Oh! Isso é grandioso! Genial!
(O Misterioso Caso em Styles)




Crimes & Criminosos:



Robert Powell como Hercule Poirot



33- Você anda lendo muito livro policial. Na vida real, nove em cada dez vezes, o assassino é o suspeito mais óbvio.
(A Casa do Penhasco)

34- O crime depende, também ele, do momento psicológico! O crime e a psicologia andam de mãos dadas.
(Tragédia em três atos)

35- Costuma-se dizer que há uma agulha no palheiro, não? Pois bem, a nossa agulha é o assassino.
(Poirot Perde uma Cliente)

36- A personalidade de um criminoso é interessante, George. Há muitos criminosos que possuem grande encanto pessoal.
(O Mistério do Trem Azul)

37- Para matar, tem-se de ter uma personalidade que permita ficar-se obcecado pela ideia.
(Poirot Perde uma Cliente)

38- O grande criminoso é sempre supremamente simples.
(Assassinato no Campo de Golfe)

39- Pondo o mentiroso diante da verdade, ele logo admite que mentiu. Basta saber desferir o golpe.
(Assassinato no Expresso do Oriente)

40- Todo assassino é perigoso. Engraçado é que isto é sempre muito esquecido.
(Poirot Perde uma Cliente)

41- A longo prazo, através de uma mentira ou através da verdade, as pessoas acabam por se trair.
(Depois do Funeral)

42- E não negligencie da psicologia... é importante. O caráter do assassinato depende do temperamento do assassino. Isto é essencial.
(Poirot Perde uma Cliente)

43- E bem sabemos, Hastings, que uma vez perturbada a tranquilidade de um assassino, ele mata outra vez e até uma terceira!
(Poirot Perde uma Cliente)

44- Os grandes criminosos, os criminosos que trabalham com método, não existem.
(Assassinato no Campo de Golfe)

45- Acidentes são coisas que acontecem com frequência e, às vezes, Hastings, pode-se ajudá-los a acontecer!
(Poirot Perde uma Cliente)

46- Um assassino perigoso, porém, nunca deixa nada ao acaso.
(Poirot Perde uma Cliente)





Lemas  &  Convicções  Pessoais:



David Suchet como Poirot


47- Tem sido minha convicção de toda a vida que qualquer problema pode ser resolvido pelo pensamento.
(Tragédia em três atos)

48- Só acredito em declarações comprovadas.
(Poirot Perde uma Cliente)

49- “Ele disse, ela disse, disseram...” Ora! O que significa isso? Absolutamente nada. Ou pode servir para ocultar a única coisa em que acredito: fatos.
(Poirot Perde uma Cliente)

50- Nenhum assunto perde importância enquanto Hercule Poirot se preocupa com ele!
(Poirot Perde uma Cliente)

51- Ao que parece, consegui aliciá-lo para o meu lema: “Suspeite de todos”...
(Poirot Perde uma Cliente)

52- Não estou do lado de ninguém, madame. Estou sempre ao lado... da verdade.
(Poirot Perde uma Cliente)



Poirot Romântico     


53- A coisa mais importante nesse mundo é a felicidade de um homem e uma mulher.
(O Misterioso Caso em Styles)

54- Não diz um dos vossos poetas ingleses que o tempo se conta, não por horas, mas sim por pulsações do coração?
(Assassinato no Campo de Golfe)




Animais  &  Fábulas



Albert Finney como Poirot


55- Irei até ao fundo da questão. Um bom perdigueiro nunca abandona o rasto da presa.
(O Assassinato de Roger Ackroyd)

56- O esquilo, meu bom George, armazena nozes. Se quisermos que a humanidade valha alguma coisa, meu amigo, devemos aproveitar as lições que nos dão as criaturas que nos são inferiores no reino animal.
(O Mistério do Trem Azul)

57- [Não acha provável que então já será tarde demais? — perguntou
brandamente o Padre Lavigny.]
— A tartaruga, mon père, alcançou à lebre.
(Poirot perde uma cliente)

58- Se mostrar um coelho a um cachorro, ele vira-lhe as costas? Não, meu amigo, vai direto à toca. O cão caça coelhos: Hercule Poirot, assassinos.
(Poirot Perde uma Cliente)

59- Deixe os cães dormirem em paz. É o que o assassino faz neste momento: dorme tranquilamente ao sol...
(Poirot Perde uma Cliente)

60- Todos somos humanos. Somos como cães profundamente adormecidos, porém cães podem ser despertados a qualquer momento.
(A Casa do Penhasco)




Sobre os Ingleses




Peter Ustinov como Poirot


61- Meu caro amigo, você nunca entende. Será que os ingleses não sabem nada de geografia?
(Os Quatro Grandes)

62- Falar mal o inglês tem enormes vantagens. Leva as pessoas a fazer pouco de quem fala.
(Tragédia em três atos)

63- Só na Inglaterra o café é tão horroroso. No continente sabem apreciar sua importância na digestão e o preparam como é devido.
(Os Quatro Grandes)

64- Noite linda! Noite linda! Como bom inglês, você diz isso porque não está chovendo torrencialmente. Quando não chove, é sempre uma noite linda.
(A Casa do Penhasco)

65- [Afinal estamos num país livre...]
— O povo inglês parece viver nesse equívoco.
(Poirot Perde uma Cliente)

66- Na Inglaterra, o culto ao bigode tem sido lamentavelmente negligenciado.
(Poirot Perde uma Cliente)

67- Mesmo os ingleses têm sentimentos.
(A Casa do Penhasco)




Dinheiro  &  Riqueza



David Suchet como Poirot


68- O motivo de sempre, o inevitável e habitual motivo: dinheiro, meu caro, dinheiro!
(A Casa do Penhasco)

69- Não deite foguetes antes da festa, meu amigo. Um homem rico só com dificuldade se separa do seu dinheiro.
(Assassinato no Campo de Golfe)

70- Madame, não estou falando em dinheiro. Sou um homem de inteligência. Não obstante, o fato é que todo mundo tem seu preço.
(Os Quatro Grandes)

71- É lamentável que a falta de dinheiro às vezes seja um entrave à verdadeira competência... E ainda há gente que mal gasta um quarto de seus rendimentos!
(Poirot Perde uma Cliente)

72- Os filhos dos homens ricos são proverbialmente desmiolados.
(Assassinato no Campo de Golfe)

73- Ele é rico? Aparência não é tudo. Até mesmo uma firma estabelecida num palácio e com toda a aparência de prosperidade pode ter uma base apodrecida.
(A Casa do Penhasco)

74- Crédito é tudo: muitas vezes um negócio das arábias pode ir por água abaixo só por falta de dinheiro vivo.
(A Casa do Penhasco)

75- Pois é, meu amigo. Alguém pode viver em uma grande casa e não ter o mínimo de conforto.
(O Misterioso Caso em Styles)

76- É você quem não compreende que um homem pode estar disposto a comprar sucesso com sua própria morte.
(Os Quatro Grandes)




Sobre  Comida:



David Suchet como Poirot


77- Quando a hora do repouso chega, o financista aposentado dedica-se ao golfe; o pequeno comerciante planta bulbos em seu jardim; eu, eu como.
(A Morte da Senhora McGynty)

78- Uma refeição deve ficar sempre leve no estômago. E não ser pesada a ponto de paralisar o raciocínio.
(Morte nas Nuvens)

79- Uma pessoa só pode comer três vezes por dia. E os intervalos são os hiatos.
(A Morte da Senhora McGynty)

80- E o jantar, é preciso que se lembrem, é a refeição suprema do dia!
(A Morte da Senhora McGynty)

81- Pena que o cérebro tenha que ser escravo do estômago.
(Morte nas Nuvens)

82Dizem que um exército avança segundo seu estômago.
(Morte nas Nuvens)




Orgulho & Vaidade




Albert Finney como Poirot



83- Não há necessidade de se aparecer em público com cabelos brancos, a menos que se queira.
(Noite das Bruxas)

84- Não acredito que um ser humano deva executar a Lei por suas próprias mãos... Mas, por outro lado, eu sou a Lei!
(Cai o Pano)

85- É muito necessário para um homem de minhas habilidades admirar-se a si próprio.
(A Morte da Senhora McGynty)

86- Que pode ser mais agradável que sentar ao sol? E existe gesto mais grandioso que descer do pedestal no ápice de sua fama?
(A Casa do Penhasco)

87- Não, não deve ter ouvido falar de mim. A fama é passageira.
(A Casa do Penhasco)

88- Console-se, mon ami. Nem todos podem ser como Hercule Poirot. Sei disso perfeitamente.
(A aventura do Estrela do Ocidente)

89- Não ficarei inerte dizendo que o bom Deus conserta tudo e que eu não devo interferir, porque estou convencido de que o bom Deus criou Hercule Poirot expressamente para que ele interfira nas Coisas. É minha profissão.
(A Casa do Penhasco)




Sabedorias de Vida



David Suchet como  Poirot


90-Imbecis estão escrevendo sobre a vida de imbecis todos os dias. É, como você diz, fato corriqueiro.
(Poirot Perde uma Cliente)

91- O trem é tão perigoso como uma viagem por mar.
(Assassinato no Expresso do Oriente)

92- Há sempre alguém que sabe. Se não sabem, adivinham.
(A Casa do Penhasco)

93- No fundo, todos somos crianças. Fogos, festas, jogos, até o mágico que engana os olhos mais atentos...
(A Casa do Penhasco)

94- É sempre agradável saber o porquê das coisas.
(O Mistério do Trem Azul)

95- Há nisto tudo a marca de um cérebro, e de apenas um. A psicologia é muito clara.
(Poirot Perde uma Cliente)

96- Mon ami, duas pessoas raramente veem a mesma coisa. Você, por exemplo, viu uma deusa, eu... Eu vi apenas uma rapariga com olhos ansiosos.
(Assassinato no Campo de Golfe)

97- Não se diz que a História pouco sabe dos seus maiores homens?
(Poirot Perde uma Cliente)

98- Se, durante uma hora, uma pessoa experimenta sensações e emoções das mais terríveis, essa pessoa viveu muitas horas!
(Assassinato no Campo de Golfe)

99- O que me fez mais falta foi sua imaginação fértil, Hastings. Todos precisam de um certo alívio.
(A Casa do Penhasco)

100- Bien — disse Poirot, levantando a conta. — Fizemos nossa parte. Agora é a vez dos deuses.
(Poirot Perde uma Cliente)